Castanha-do-pará

Castanha-do-pará

Na receita Maçãs assadas com vinho do porto, utilizei Castanha do Pará no final para acompanhar a sobremesa, e a receita de Tarte de Castanha-do-Pará à Bernardino é preparada com essa deliciosa castanha. Este artigo é dedicado a todos aqueles que já ouviram falar da Castanha-do-pará e gostariam de saber, bem como para aqueles que nunca ouviram falar.

A Castanha do Pará

Seu nome científico é Bertholletia Excelsa uma árvore da família botânica Lecythidaceal nativa da Floresta Amazônica abundante no Norte do Brasil e na Bolívia.

Em inglês sua semente é conhecida como Brazil Nut, apesar do nome, o seu maior exportador é a Bolívia e não o Brasil.
O nome Castanha-do-Pará como é chamada popularmente pelos brasileiros, teve origem no período colonial, cuja extensão territorial do Estado incluía toda a Amazônia brasileira. Hoje, porém, seu maior produtor dentro do território brasileiro é o Estado do Acre, e fora do território nacional a espécie se encontra em abundancia no norte da Bolívia e no Suriname.
Conhecida popularmente como uma castanha, os botânicos a classificaram como semente, pois não possui características de uma castanha quando quebrada a casca para consumo. A população local a consome in natura, torrada, ou na forma triturada no preparo de doces e sorvetes.
A semente apresenta uma alta concentração de gordura que faz bem ao organismo, são elas: monoinsaturadas (mesma do azeite) e poliinsaturadas, que ajudam a diminuir o colesterol ruim (LDL) e a aumentar o bom (HDL). Além de possui nutrientes como Acido Graxo, Vitaminas B e E, Proteínas, Fibras, Cálcio, Fósforo, Magnésio e Selênio, este ultimo é altamente antioxidante, combate os radicais livres, previne o envelhecimento precoce, e o surgimento de algumas doenças. Um estudo realizado pela Universidade de Otago (Nova Zelândia) afirma que a ingestão diária de duas castanhas-do-pará eleva em 65% o teor de Selênio no sangue.
Segundo nutricionistas, a semente exposta a luz e ao calor se oxida, perdendo suas propriedades benéficas, por isso, aconselham que na hora da compra a melhor escolha seja pelas embalagens a vácuo ou dentro de latas escuras, ou em embalagem que não permita a entrada de luz ou oxigénio. Uma vez aberta a embalagem, deve ser conservada na geladeira, de preferência no escuro e no frio.

Uma unidade da Brazil Nut possui:

  • 26,24 kcal
  • Carboidratos =0,17%;
  • Proteínas = 0,75%;
  • gorduras totais = 4,81%;
  • gorduras saturadas = 0%;
  • fibra alimentar = 0,54%;
  • Sódio =0%

100g da semente possui:

  • 656 kcal
  • Carboidratos =4,33%;
  • Proteínas = 18,67%;
  • gorduras totais = 120,36%;
  • gorduras saturadas = 0%;
  • fibra alimentar = 13,6%;
  • Sódio =0%

Aqui na Europa também encontramos a Castanha-do-Pará com bastante facilidade, porém seu preço não é muito atraente, e nem todas são vendidas em embalagem à vácuo como indicada pelos nutricionistas para não perderem suas propriedades. Para as pessoas que moram no Reino Unido, apenas uma rede de Supermercado vende a Castanha-do-Pará em embalagem à vácuo e por um preço mais em acessivel, que é o supermercado Lidl.

Deixe uma resposta


%d bloggers like this: