Bacalhau

Bacalhau

bacalhauNas nossas receitas, você encontra varias receitas de bacalhau. Para aquelas pessoas que querem saber mais sobre este peixe, pensei em incluir neste artigo mais alguma informação.

O nome bacalhau pertence a várias espécies de peixes que por sua vez são classificadas em vários gêneros, porém duas espécies se destacam mais dentre as outras pelo volume da sua comercialização, são elas: a Gadus morhua e a Gadus macrocephalus, a primeira habita as águas frias do Oceano Atlântico, Canadá e do Mar da Noruega; e a segunda o Oceano Pacífico, mais precisamente a região do Alaska.

Segundo registros do Século IX, existiram fábricas de processamento de bacalhau na Islândia e Noruega, isto significa que foram os vikings os pioneiros na descoberta da espécie, pois o secavam ao ar livre com o intuito de deixar o peixe mais leve , o que facilitava o transporte e a sua durabilidade para consumo, uma vez que este povo não conhecia o sal.

A sua comercialização iniciou-se com o povo bascos que habitava a Espanha e a França, pois eles já conheciam o sal e este processo aumentava o tempo de conservação do alimento. Diferente de outros peixes, o bacalhau quando salgado mantinha suas características gustativas e na época isto era essencial, posto que era consumido em longas viagens, como por exemplo na travessia do Oceano Atlântico que durava mais de três meses.

bacalhauOs portugueses encontraram o peixe perto do Oceano Ártico e tempo depois, por volta de 1497 iniciaram sua pesca na costa do Canadá.
Por manter suas qualidades quando salgado, o bacalhau passou a fazer parte da dieta alimentar dos portugueses, tornando-se acessível a uma parte da população que não podia comprar peixe fresco, logo, este povo passou a ser o maior consumidor de bacalhau do mundo e incorporou o peixe aos seus hábitos alimentares e a sua culinária.

Hoje o peixe é muito utilizado na gastronomia portuguesa e se tornou um alimento universal e acessível a toda população, porém grande parte do bacalhau consumido em Portugal é importado da Noruega.

O bacalhau é excelente fonte de proteínas com baixo teor de gorduras saturadas, contém Ômega 3, importante para diminuir o LDL (colesterol ruim), e ajuda a prevenir doenças cardiovasculares. É rico em minerais, tais como: Fósforo e Ferro, Vitaminas A, E e D, e tem colesterol quase zero, possui também Ácido Graxo essencial para o sistema imunológico e Ômega 6.

Duas pesquisadoras da Universidade Católica do Porto iniciaram estudos sobre algumas partes do peixe que são descartas tais como: espinhas, pele, e a água em que o bacalhau é dessalgado. Já descobriram que as espinhas são ricas em hidroxiapatite, um fosfato de Cálcio que é o principal componente dos ossos humanos e dos animais; a pele é rica em colágeno. Agora seus estudos estão concentrados no potencial de proteínas e aminoácidos presentes na água que o peixe é dessalgado.

Em relação as calorias, cada 100g de bacalhau cru contém 82 kcal (Lípidos = 0,67g; Cárboidratos = 0g; Proteínas = 17,81g).

Um filete do peixe possui 189 kcal (Lípidos = 1,55g; Cárboidratos = 0g; Proteínas = 41,14g).

Aqui na Inglaterra encontramos o bacalhau com uma certa facilidade nos supermercados ingleses, porém preferimos adquirir o peixe nos cafés portugueses que vendem mercearias, por ser de melhor qualidade, mesmo sendo caro o preço do quilo.

 

Fontes:
www.fastsecret.pt/calorias_nutrição/genérico/bacalhau.
www.fileiradopescado.com/noticias/94-bacalhau-tudo-se-aproveita.html.

Deixe uma resposta


Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
%d bloggers like this: